Aquarela

Aquarela Analytics branco

Estratégias para Revisão do Código

Estratégias para Revisão do Código

Quando se trata de desenvolvimento de software, a qualidade do código é um fator crítico para o sucesso de um projeto, o que faz da revisão do código, ou code review, uma etapa essencial para garantir esta qualidade. 

A revisão do código é uma análise sistemática e abrangente do código produzido por outro desenvolvedor, projetada para identificar erros, vulnerabilidades e possíveis pontos de melhoria na legibilidade, padronização e performance do código. Sendo assim, incorporar a revisão do código como prática padrão melhora a qualidade geral do software e as equipes de desenvolvimento podem estabelecer uma cultura de melhoria contínua.

A prática de revisar o código eleva a qualidade do software, permitindo a detecção e correção precoce de falhas e também fomentando uma maior colaboração e compartilhamento de conhecimento entre os membros da equipe. Além disso, as revisões de código desempenham um papel fundamental na manutenção de padrões e na consistência do projeto em desenvolvimento, tornando-o mais legível e mais fácil de manter. 

Neste artigo, exploraremos vários aspectos a serem considerados durante a revisão do código.

Cobertura de Teste

Uma das etapas iniciais na revisão do código é verificar se o código passou nos testes de forma satisfatória, e se esses testes têm uma boa cobertura diante do que foi desenvolvido. Certifique-se de que o código esteja adequadamente testado para cobrir todas as funcionalidades, incluindo casos extremos.

Testes cuidadosamente elaborados garantem que o código funcione de maneira consistente e confiável em diversas situações, o que, por sua vez, eleva a confiabilidade e a qualidade do código. Vale ressaltar a importância de manter os testes atualizados sempre que houver mudanças no código do projeto. 

Segurança

A segurança é uma preocupação crítica no desenvolvimento de qualquer software. É necessário verificar se o código não expõe o sistema a possíveis ataques. Certifique-se de que não existam vulnerabilidades de segurança que possam ser exploradas por invasores. 

Um exemplo de vulnerabilidade muito comum é a injeção de SQL (ou SQL injection), que permite que um invasor injete comandos maliciosos no banco de dados de um aplicativo web. Se bem-sucedido, o invasor poderá recuperar, apagar ou manipular dados do banco de dados.

Formatação do Código

A formatação do código desempenha um papel vital na legibilidade e manutenção, ou seja, o código bem formatado é mais fácil de ler e entender. Além disso, ao trabalhar em equipe, é essencial que todos sigam as mesmas diretrizes de formatação de código, garantindo que a base de código tenha um estilo consistente, tornando mais fácil para todos os membros da equipe entender e trabalhar com o código.

Legibilidade do Código

Um código claro e fácil de entender é crucial. Verifique se o código segue convenções de nomenclatura apropriadas e inclui comentários significativos. As variáveis, funções e classes devem ter nomes autoexplicativos, e o estilo do código deve ser consistente com o projeto em geral.

Arquitetura

O código precisa utilizar boas práticas de arquitetura, como encapsulamento e modularização. Isso ajuda a separar interesses e funcionalidades, mantendo o código organizado e mais fácil de gerenciar.

Reutilização do Código

Para evitar a duplicação de código é importante seguir o princípio DRY (Don’t Repeat Yourself, ou Não Se Repita). Sendo assim, é importante analisar se o código poderia fazer uso de componentes, funções e serviços reutilizáveis que já estão implementados. No entanto, é importante não abstrair demais o código em busca da reutilização, tendo em vista que isso pode levar a um código complexo e difícil de entender.

Desempenho: Código Otimizado

Pensando em performance é necessário analisar se o código é eficiente e não apresenta atrasos significativos na execução. Sempre busque soluções mais simples e eficazes para o código que está sendo revisado.

Manutenibilidade do Código

Um código de alta qualidade é facilmente modificável e extensível. Logo, deve-se garantir que o código siga as melhores práticas, como baixo acoplamento e alta coesão, para facilitar futuras atualizações.

Elementos Ausentes

Verifique se há necessidade de código que não está presente. Pense em casos extremos, entradas inesperadas e cenários de tratamento de erros que o desenvolvedor do código pode não ter considerado.

Documentação

Caso seja a primeira revisão de um projeto, é necessário verificar se existe uma documentação detalhada (Maximizando a Compreensão do Código através da Documentação). A existência de um README abrangente e um contrato de API completo é essencial para que outros desenvolvedores consigam compreender o projeto. 

O README fornece uma visão geral do projeto, incluindo informações sobre como configurar e executar o código, enquanto o contrato de API define como as diferentes partes do sistema interagem.

No caso da adição de código novo a um projeto existente, é importante verificar se a documentação precisa ser atualizada para refletir as mudanças. À medida que o código evolui, a documentação deve acompanhar. Documentação desatualizada pode resultar em confusão e erros da equipe de desenvolvimento.

Conclusão

Embora as revisões do código exijam um investimento de tempo, quando bem feitas, elas podem economizar tempo no longo prazo. Tendo em vista que detectar e corrigir erros ou bugs rapidamente evita que problemas apareçam nas próximas fases de desenvolvimento. Se essas falhas não forem detectadas precocemente, o tempo e os custos envolvidos no retrabalho podem aumentar significativamente.

Em resumo, a revisão do código é uma parte essencial no desenvolvimento de um software, e abrange vários aspectos, desde testes e segurança até formatação e desempenho.

Ao adotar uma abordagem abrangente para a revisão do código, é possível garantir a qualidade e a confiabilidade do sistema. Também vale ressaltar que a qualidade do código é uma responsabilidade compartilhada por toda a equipe de desenvolvimento e deve ser mantida ao longo de todo o ciclo de vida do software.

Quem é a Aquarela Analytics?

A Aquarela Analytics é vencedora do Prêmio CNI de Inovação e referência nacional na aplicação de Inteligência Artificial corporativa na indústria e em grandes empresas. Por meio da plataforma Vorteris, da metodologia DCM e o Canvas Analítico (Download e-book gratuito), atende clientes importantes, como: Embraer (aeroespacial), Scania, Grupo Randon (automotivo), SolarBR Coca-Cola (varejo alimentício), Hospital das Clínicas (saúde), NTS-Brasil (óleo e gás), Auren, SPIC Brasil (energia), Telefônica Vivo (Telecomunicações), dentre outros.

Acompanhe os novos conteúdos da Aquarela Analytics no Linkedin e assinando a nossa Newsletter mensal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend