Aquarela

Aquarela Analytics branco

Impactos da Previsão de Demanda no Processo de Tomada de Decisão

tomada de decisão

A previsão de demanda desempenha um papel fundamental no processo de tomada de decisão em uma organização, independentemente do setor em que se atua. Ela refere-se à estimativa antecipada da quantidade de produtos ou serviços que os clientes irão necessitar em determinado período de tempo. Bora ver mais sobre o tema?

Neste artigo você lerá sobre:

  • Demonstrações em diferentes cenários
  • Diferentes abordagens
  • Perguntas e respostas 
  • Como basear conteúdo na riqueza criativa dos autores.

O que é previsão de demanda?

A previsão de demanda é uma forma de prever o que acontecerá no futuro e como isso tudo impacta diretamente na área produtiva da empresa.

O objetivo é entender qual será a demanda da empresa no futuro para que os gestores estejam aptos a tomarem decisões precisas sobre precificação, potencial de mercado e possibilidades de expansão.

Grandes organizações já estabelecidas utilizam projeção de demanda para avaliar a viabilidade de entrar em um novo mercado.

É uma metodologia fundamental para a gestão dos estoques, dado que, sem ela, as empresas correm o risco de ter excessos ou desperdícios, o que certamente afetará os resultados financeiros e organizacionais.

A previsão de demanda visa:

  • Planejamento de orçamento da produção;
  • Organização das produções;
  • Planejar a necessidade de mão de obra adicional;
  • Orçamento de matéria-prima de maneira acurada;
  • Fazer previsões financeiras importantes;
  • Melhorias no Planejamento e atividades;
  • Evitar subprodução ou superprodução;
  • Formular estratégias de precificação.

Na hora de precificar os produtos, é importante saber que isso pode afetar diretamente na quantidade de vendas e na inclusão do produto no mercado.

Qual a sua importância para a tomada de decisão ?

O planejamento operacional passa a ser mais eficiente, pois os gestores podem trabalhar com objetivos mais claros e buscarem resultados mais específicos, facilitando a rotina de trabalho e prazos.

No planejamento tático, os gerentes podem ter uma visão mais ampla do negócio e criar ações táticas de médio prazo específicas para diferentes unidades.

O planejamento de estratégia também se beneficia, pois a diretoria pode utilizar a previsão de demanda para avaliar não somente a empresa, mas o mercado como um todo, o que facilita a geração de insights e dá visibilidade para eventuais oportunidades.

Tipos de previsão de demanda

Existem dois tipos, ou duas abordagens, possíveis para fazer a previsão de demanda: o método qualitativo e o quantitativo. 

Métodos qualitativos

São baseados em informações subjetivas e NÃO em dados numéricos. São mais apropriados quando há pouco ou nenhum dado histórico disponível, ou quando ocorrem mudanças no ambiente de mercado que não podem ser facilmente modeladas por métodos quantitativos. 

Métodos quantitativos

Os métodos quantitativos de previsão de demanda SÃO técnicas baseadas em dados numéricos e estatística para fazer previsões sobre a demanda futura. Esses métodos são especialmente úteis quando se dispõe de um histórico de dados significativos e quando se deseja uma previsão objetiva e baseada em números.

Quais as vantagens em usá-las

Tanto a metodologia qualitativa quanto a quantitativa têm suas vantagens e desvantagens. Ou seja, cada uma analisa aspectos diferentes do mercado.

Por isso, o ideal é que você não escolha apenas uma delas, mas que utilize as duas de modo complementar.

Diante disso, a melhor estratégia é utilizar as duas ao mesmo tempo. Assim, o que não puder ser observado por um método, o outro será capaz de perceber.

Como fazer uma previsão de demanda?

Realizar a previsão de demanda de uma organização é uma ação que perpassa diversos elementos influenciadores situacionais. Ou seja, dependerão, em grande parte do momento atual, político e econômico, bem como das particularidades do setor e de sua forma de como observar o mercado enquanto empresa. 

Ainda assim, seguindo a sequência de passos sugerida abaixo, facilitará a criação de uma estratégia de previsão de demanda. São eles: 

1. Defina os objetivos do negócio

O primeiro passo para fazer uma previsão de demandas eficiente é definir os objetivos do negócio e, principalmente, do estudo que será feito.

No caso da estimativa de demanda, o objetivo tem a ver com o prazo (curto, médio ou longo) e também com o objeto de estudo (o que a empresa vende).

2. Determine a duração da demanda

Com base nos objetivos estabelecidos, é preciso definir a duração da demanda a ser prevista.

Por exemplo: você quer determinar qual será a demanda nos próximos seis meses? No próximo ano? Ou somente durante o período de Natal ou outras datas comemorativas?

3. Estabeleça qual método será usado

Os profissionais responsáveis por fazer a previsão de demanda devem, em seguida, escolher qual será a metodologia ideal para fazer as projeções.

Como vimos, existem metodologias qualitativas e quantitativas. O ideal é que o profissional escolha um método misto, pois ambas, apesar de muito úteis, possuem suas limitações.

4. Comece pela fase de coleta de dados

Uma vez que você defina quais serão as principais abordagens e metodologias a serem utilizadas, o próximo passo é iniciar a coleta de dados.

Deve-se fazer essa coleta com base na realidade do seu negócio, como quais as perspectivas para o futuro, entre outros pontos.

5. Analise os resultados obtidos

Fazer análises dos históricos de venda, coleta de dados relevantes com informações do mercado Isso vai te ajudar muito na tomada de decisão.

Quem é o responsável por fazer essa projeção?

O profissional responsável por fazer a previsão de demanda, especialmente nas grandes companhias, são os profissionais das áreas de produção, vendas, marketing e finanças.

É um processo bem complexo que requer conhecimento especializado em análise de dados e estatística, por isso precisa de uma equipe altamente qualificada para conduzir esse processo e ter grandes sucesso.

As análises de dados podem ocorrer em diversas proporções, passando das análises básicas em planilhas eletrônicas, como Excel, evoluindo para análises mais complexas utilizando Sistemas de Apoio à Decisão (SAD), como ferramentas de Business Intelligence (BI), como o PowerBI, Tableau ou Qlik, evoluindo ainda para modelos mais complexos que não somente observam o passado e o presente da organização, mas fazem projeções futuras como ferramentas de Advanced Analytics

Convencionalmente, para os Cenários 1 e 2 (planilhas eletrônicas e ferramentas de BI), profissionais de distintas formações e áreas, porém com capacitação para tais ferramentas, conseguem realizar tais atividades de análise e comparação de dados. 

Já para o Cenário 3 (Advanced Analytics), frequentemente os profissionais especialistas e com formação na área são fortemente recomendados, como Cientistas e Engenheiros de Dados. 

Conclusão

A previsão da demanda é um processo importante que pode ajudar as empresas a tomarem melhores decisões com seu estoque, produção e, por conseguinte, sobre a sua receita. Diversos são os métodos possíveis para realizar a previsão de demanda organizacional e que, por sua vez, levam em consideração uma série de fatores.

Neste artigo abordamos os modelos quantitativos e qualitativos, bem como uma série de passos que podem auxiliar você, gestor, na definição de um planejamento de previsão de demanda mais acurado.

Sugerimos ainda que o modelo misto seja utilizado, ou seja, além das variáveis quantitativas, possam se levar em consideração também as variáveis qualitativas. A mescla desses dois modelos garantirá ao gestor uma tomada de decisão mais eficiente e com visão ampliada sobre o futuro da organização.

Abordamos aqui a necessidade de se compreender qual ferramenta e qual profissional podem ser necessários em cada tipo de cenário ou estágio organizacional. Se a sua organização pretende conhecer mais e aplicar ferramentas de Advanced Analytics na sua operação, principalmente no que tange à previsão de demanda, entre em contato com o nosso time comercial.

Busque ouvir as demandas de sua organização e, em especial, as necessidades de seu cliente e mercado para poder tomar suas decisões. As melhores decisões passam por uma rica análise de dados, projeções e um olhar atento às pessoas envolvidas no processo. 

O tripé pessoas, tecnologia e processos é a base pela qual nós da Aquarela Analytics conduzimos nossos projetos. 

Te convido a colocar em prática esses passos sugeridos acima e depois nos contar como foi a sua experiência.

Quem é a Aquarela Analytics?

A Aquarela Analytics é vencedora do Prêmio CNI de Inovação e referência nacional na aplicação de Inteligência Artificial corporativa na indústria e em grandes empresas. Por meio da plataforma Vorteris, da metodologia DCM e o Canvas Analítico (Download e-book gratuito), atende clientes importantes, como: Embraer (aeroespacial), Scania, Mercedes-Benz, Grupo Randon (automotivo), SolarBR Coca-Cola (varejo alimentício), Hospital das Clínicas (saúde), NTS-Brasil (óleo e gás), Auren, SPIC Brasil (energia), Telefônica Vivo (telecomunicações), dentre outros.

Acompanhe os novos conteúdos da Aquarela Analytics no Linkedin e assinando a nossa Newsletter mensal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend